Conheçam Meus Livros

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

A Difícil Jornada dos Semideuses Que Ainda Não Descobriram As Facilidades do GPS

Chegamos então ao quarto capítulo da “desconhecida” saga de Percy Jackson & Os Olimpianos. Desconhecida porque, como já foi mencionado à exaustão, a adaptação cinematográfica da saga foi para o vinagre, encerrada prematura e equivocadamente no segundo filme. Não vamos nos estender no assunto para não ficar repetitivo.
Mencionei aqui na resenha passada que o terceiro livro “A Maldição do Titã” é o meu favorito da saga. Ao passo que A Batalha do Labirinto está para mim no mesmo patamar de O Mar de Monstros, os dois volumes de que menos gostei na história. Não estou dizendo que o livro é ruim, pelo contrário; apenas estou dizendo que os outros três volumes foram muito mais interessantes.

Percy Jackson e a Batalha do Labirinto
Título Original: Percy Jackson and The Battle of the Labyrinth
Autor: Rick Riordan
Gênero: Fantasia
Editora: Intrínseca
Páginas: 367
Sinopse:O Monte Olimpo está em perigo. Cronos, o perverso titã que foi destronado e feito em pedaços pelos doze deuses olimpianos, prepara um retorno triunfal. O primeiro passo de suas tropas será atacar e destruir o campo de treinamento dos heróis, filhos de deuses com mortais, que desde a Grécia Antiga combatem na linha de frente em defesa dos olimpianos. Para assegurar que esse refúgio de semideuses - o Acampamento Meio-Sangue - não seja invadido, Percy Jackson e um jovem ciclope, ambos filhos de Poseidon, Annabeth Chase, filha de Atena, e Grover, um sátiro, são destacados para uma importante missão - deter as forças de Cronos antes que se aproximem do acampamento. Para isso, será preciso sobreviver ao emaranhado de corredores do temido Labirinto de Dédalo - um interminável universo subterrâneo que, a cada curva, revela as mais aterrorizantes surpresas.


O começo é parecido com o dos livros anteriores: Percy Jackson é enviado pela mãe para uma nova escola, onde ele reencontra a garota mortal que o ajudou a escapar dos zumbis inimigos na aventura passada; são atacados por novos monstros, e assim ele consegue botar fogo em mais uma escola, e se tornar manchete nas páginas policiais dos jornais de Nova York antes mesmo do início do ano letivo. Enfim, só mais um dia escolar normal na vida de Percy Jackson...
E ao regressar ao Acampamento, ele descobre que há um novo bichinho de estimação no pedaço – um cão infernal maior que o apartamento da mãe dele –, e que Clarisse reapareceu, e retornou de sua missão do livro passado cheia de novidades: para começar, ela descobriu uma entrada para o labirinto de Dédalo perto da casa de sua mãe no Arizona, e perambulando pelas redondezas, estava um ex-campista que tinha sido recrutado por Luke para auxiliar na guerra pelo lado dos Titãs, e que tinha sido enviado numa missão para desvendar os caminhos no labirinto. Só que o cidadão se perdeu, deve ter visto coisas que não queria ver lá dentro, e acabou saindo sem a maioria de seus parafusos.
E isso traz à tona uma velha preocupação: o labirinto de Dédalo, como todas as locações mitológicas – como o Olimpo e o Mundo Inferior –, acompanha a Civilização Ocidental. Sendo assim, o labirinto se estende sob os Estados Unidos, abaixo da superfície, mas acima do Mundo Inferior, como uma segunda pele, crescendo por todo o país. Existem milhares de entradas para o labirinto no país inteiro, e, possivelmente, existe uma dentro do Acampamento Meio-Sangue, o que permitiria que o exército dos Titãs invadisse o Acampamento a qualquer momento, burlando a barreira mágica.
Sendo a pessoa que mais entende de arquitetura no pedaço, Annabeth finalmente é escolhida para liderar uma missão: adentrar o labirinto, chegar antes de Luke à oficina de Dédalo – que continua vivo depois de três mil anos –, e convencer o velho inventor a lutar ao lado dos deuses nessa guerra, entregando aos heróis o fio de Ariadne – que a princesa mortal, filha de Minos, deu a Teseu, para que ele pudesse se guiar dentro do labirinto e enfrentar o Minotauro –, para evitar que o fio mágico caia nas mãos dos inimigos.
Quem pensou no labirinto de Harry Potter e o Cálice de Fogo, esqueça! O labirinto de Percy Jackson possui obstáculos muito diferentes. Digamos que o labirinto dessa saga seja como uma espécie de cidade subterrânea de monstros, onde nossos heróis encontrarão prisões, fazendas de gado e cavalos monstruosos, criaturas gigantescas e estranhas, uma arena de batalha que serve como diversão a um gigante, e até uma filial da oficina de Hefesto. O tempo também corre diferente dentro do labirinto, sendo possível atravessar o país inteiro a pé em questão de horas. E sem precisar enfrentar filas quilométricas nos aeroportos.
Para atravessar o labirinto e chegar ao final de sua missão, nossos heróis ainda contarão com a ajuda inesperada de uma simples mortal que, como a mãe de Percy, consegue ver através da Névoa, o véu sobrenatural que impede que os mortais vejam os monstros mitológicos. Muito mais claramente do que a maioria dos meio-sangues, inclusive...
É uma aventura fascinante, que nos levará a desvendar diversos segredos dos personagens dessa saga.

* Como é que em três mil anos recrutando e treinando meio-sangues, Quíron não se tocou sobre quem realmente poderia ser o tal do Quintus? Quantos semideuses ele já viu chegarem à meia-idade?
* Gente, não quero bancar a Dra. Óbvia, mas se estão procurando o fio de Ariadne para passear no labirinto, não passou pela cabeça de vocês pedir outro novelo a ela pessoalmente? Afinal, vocês são meio íntimos do marido dela, né – ainda que ele prefira beber água do Estige diretamente do pote do Cérbero a viver no Acampamento...
* A pessoa limpa toneladas e mais toneladas de merda de cavalo, mas não mexe um dedo para limpar o próprio quarto. Isso aí, Sra. Jackson, não dá moleza para ele, não...
* Mensagem de Íris: pega até no labirinto e no Mundo Inferior. E a sua operadora te deixa na mão no metrô... Tô pensando em fazer portabilidade. Quantos dracmas será que custa o plano de internet?
* Sigam as aranhas! Rony Weasley também não aprovaria essa ideia. Será outro filho de Atena?
* A temível Esfinge grega é a nova apresentadora de Quem Quer Ser Um Milionário? Não tá fácil pra ninguém...
* Procriando com o pensamento... Vou nem comentar isso... Mas deve ser o significado da expressão “ideias férteis”.
* Videoaula para monstros recém-nascidos na cratera de um vulcão. E na hora da merenda, o prato do dia é picadinho de meio-sangue. Acho que dessa vez nem o Seu Boneco vai querer ir pra galera...
* Percy, vamos resolver logo essa forma geométrica amorosa indefinida, querido? A filha de Atena, a garota mortal, uma deusa menor exilada... Só está faltando a Sra. O’Leary (o cão infernal) resolver entrar no páreo...
* Os monstros e as lâminas que só os inteligentes podem ver. Ah, se não fosse a Rachel na vida desses heróis...
* Vamos procurar Dédalo no labirinto... Oh, missãozinha inútil...
* Voar, voar, mas se subir, subir demais, suas asas vão cair! Fica a dica!
* Ainda tô com pena do Pan.
* Não basta o fulano ter sido fatiado pelo próprio filho, passado milênios nas profundezas do Tártaro, e depender de um monte de maracutaias para se reconstruir pedacinho por pedacinho... Tem que usar o moleque idiota que foi feito de besta pelo Atlas como casca. Realmente, não tá fácil pra ninguém...
* Alguém aí precisa de uma mãozinha? O monstro bonzinho tem cem! E uma tonelada de pedras para tacar em monstra vadia filha de uma górgona, que se meter a besta com os seus amigos!
* Excluir o garoto só porque é filho de Hades? Tadinho, gente! Que culpa tem o cachorrinho que nasceu sozinho?

* Acho que agora eu finalmente entendi o motivo de um dos símbolos da deusa Hera ser uma vaca.
* Visita surpresa do papai. Oba! Mas vai explicar depois pro seu padrasto mortal como foi que ele desapareceu da cozinha... Desceu pelo ralo da pia, foi?

Comprar na Amazon:







2 comentários:

  1. Olá,
    Avisa aí que cheguei!!
    Fui logo ler:
    "Bem-vindos ao Admirável Mundo Inventado, o lugar mais feliz da blogosfera. A primeira regra do Admirável Mundo Inventado é: você pode falar sobre o Admirável Mundo Inventado. A segunda regra é: nunca tome seu Gardenal antes de vir dar uma espiadinha no blog, rs. Criei esse cantinho para falar de todos os livros, filmes, séries de TV e músicas que me agradam, de uma forma que você nunca viu. Esse é o Admirável Mundo Inventado, então venha se divertir e compartilhar uma leitura feliz".

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita!
    E já que chegou até aqui, deixe um comentário ♥
    Se tiver um blog, deixe o link para que eu possa retribuir a visita:
    BLOG DO PARCEIRO:
    http://josenidelima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
E já que chegou até aqui, deixe um comentário ♥
Se tiver um blog, deixe o link para que eu possa retribuir a visita.