Conheça Meus Livros

Conheça o romance Alma de Rosas
Conheça o romance Raptada
Conheça o romance sobrenatural As Noivas de Robert Griplen
Conheça a comédia Se Contar, Ninguém Acredita No Que Aconteceu Nesse Natal
Conheça a comédia Quem Deu o Habeas Corpus Para a Bruxa?
Conheça a antologia A Morte Não é o Fim

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Uma Encrenca Milenar


Anos atrás, numa das minhas séries de postagens especiais de Halloween, eu resenhei o clássico filme A Múmia, de 1932, provavelmente o primeiro filme de terror com esta temática na história do cinema. O filme de hoje pode ser considerado um remake daquele clássico, embora conte uma história relativamente diferente, e não seja um filme de terror.

Inicialmente, o plano da Universal Studios era produzir um filme de terror de baixo orçamento; no entanto, inúmeras modificações durante a criação e produção do filme acabaram por transformá-lo numa aventura ao estilo Indiana Jones ambientada no Egito, e carregada de efeitos especiais “assustadoramente” reais.

Particularmente, não consigo decidir qual das duas versões é a minha preferida. O filme clássico hoje em dia não assusta mais ninguém; costumo me referir a ele como um filme de amor e morte. Este aqui pegou os melhores elementos daquele primeiro filme, e ampliou numa trama de aventura ágil, sem perder aquela nuance do Romeu e Julieta subvertido.

E mesmo não sendo um filme de terror – como a maioria dos que resenhei nos meses de outubro até hoje – teria lugar no especial de Halloween – se tivesse dado tempo –, já que é protagonizado por um dos monstros clássicos do cinema.

O fato de ser protagonizado por um dos meus atores favoritos é só um detalhe.


sexta-feira, 9 de novembro de 2018

♪ É dos Vilões Que Ela Gosta Mais ♪♪


Uma palavra resume a maior parte do livro: clichê! Aliás, esse foi mais ou menos o tema de uma das histórias. Outra boa definição é que simplicidade demais às vezes é sinônimo de maçante. E em alguns casos, o contexto também deixa muito a desejar.
O Livro das Princesas nos traz releituras modernas dos clássicos contos de fadas, escritos por quatro grandes autoras contemporâneas: duas brasileiras e duas americanas. Aliás, a primeira coisa de que senti falta nesse livro foi de um autor masculino. Você pode até dizer: ah, tá, homem escrevendo contos de fadas... Mas, ei! E os Irmãos Grimm? Hans Christian Andersen? Charles Perrault? E me atrevo até a dizer: Charles Dickens! Os grandes autores ou coletores de contos de fadas foram homens; então é coerente querer que a pena deles também esteja envolvida nas versões modernas. Provavelmente mais alguém sentiu falta disso, pois no segundo volume, O Livro dos Vilões, convidaram um autor brasileiro maravilhoso para participar – aliás, o autor do melhor conto do livro, conforme comentei na resenha.
Mas o tema de hoje é o Livro das Princesas. E, de novo, como o livro nos traz quatro contos escritos por autoras diferentes, vamos falar de cada um individualmente.



O Livro das Princesas
Autores: Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate, Patrícia Barboza
Editora: Galera Record
Páginas: 288
Gênero: Contos de Fadas | Jovem Adulto
Sinopse:
As mais populares autoras contemporâneas norte-americanas, Meg Cabot ('Diário da Princesa e A Mediadora') e Lauren Kate (Fallen), se unem às brasileiras e igualmente bem-sucedidas Paula Pimenta ('Fazendo Meu filme') e Patricia Barboza ('As MAIS') em uma coletânea que reinventa contos de fadas clássicos e traz para a realidade das crianças e jovens de hoje em dia. Uma Cinderela Dj, uma Rapunzel popstar, a Fera se apaixona por uma supermodelo, e existem unicórnios na história da Bela Adormecida.
'O Livro das Princesas' é o novo clássico. Meg Cabot recria a história de 'A Bela e a Fera' em 'A Modelo e o Monstro'. A bordo de um transatlântico de Miami para Santos, em São Paulo, Belle, uma modelo famosa, irá questionar os próprios valores depois de conhecer um rapaz misterioso e gentil, que se esconde nas sombras.
Em 'Princesa Pop', Paula Pimenta reinventa 'Cinderela'. Cintia vê seu cotidiano virar de cabeça para baixo depois da separação dos pais: vai morar com a tia, se afasta do pai e, principalmente, deixa de acreditar no amor. Até que um encontro inesperado e revelador a faz rever as próprias escolhas.
'A Bela Adormecida' é recontada por Lauren Kate em 'O Eclipse do Unicórnio'. Duas realidades e três personagens têm seus destinos entrelaçados: um jovem que levou um fora da namorada e se vê obrigado a participar de uma excursão da escola para Paris, uma princesa que há séculos foi vítima de uma maldição e o unicórnio responsável por sua desgraça.
Patricia Barboza reconta a história de 'Rapunzel' em 'Do Alto da Torre'. Camila tem cabelos muito compridos por causa de uma promessa feita pela madrinha quando estava doente, mas que acaba quando ela fizer 15 anos. Finalmente ela poderá cortar o cabelo e ser normal como as outras meninas. Só que um acidente com o melhor amigo vai mostrar que primeiro ela precisa aceitar quem realmente é.


Meus Livros No Skoob